[REVIEW GAMES] – Marvel Heroes

Marvel Heroes é um jogo desenvolvido pela Gazillion Entertainment, responsável também pelo jogo “Marvel Super Hero Squad Online” (www.heroup.com), e pelo co-criador de Diablo, David Brevik. Com essa união de forças surgiu o jogo que há muito era esperado pelos fãs da Marvel. Para jogar você deve se registrar e baixá-lo em www.marvelheroes.com.

Agora vamos ao que realmente interessa! Vamos falar um pouco mais sobre o jogo. A jogabilidade em geral é muito parecida com Diablo, ou seja, para movimentar o personagem basta manter o mouse clicado na direção que deseja seguir. Para atacar, pegar, conversar e outras ações no geral, o cursor deve estar mirando (próximo) no alvo. Ao eliminar pequenos inimigos o jogo oferece itens de praxe para melhorar armamentos e armaduras. Quando se elimina os chefes mais durões, são oferecidas medalhas e itens mais raros, que logicamente intensificam ainda mais os atributos do seu personagem.

O jogo também oferece um sistema de upgrade dos seus itens (que nos casos de RPG medievais são conhecidos como “enchantment”). Ao longo do jogo você vai colecionando e transformando particulas pym, moléculas instáveis, radiação gama, etc, que ao serem mescladas com as peças de armaduras ou armas, ganham um nivel extra e mais alguma habilidade aleatória.

Uma grande novidade apresentada no jogo é a oportunidade de trocar de herói sempre que quiser (cada um com seu próprio nivel). Isso deixa todo o ambiente do jogo mais interessante e desafiador. Por exemplo, é possível atacar a distância com o homem de ferro, e se as atenções dos inimigos voltarem para você, rapidamente poderá trocar por um brutamontes como o Colossus para um combate corpo a corpo. Ah, e antes que me esqueça, as habilidades de cada um dos herois diferem dos outros. Enquanto um é especialista em combates a distância em um único alvo, outro é especialista em combate a distância a grandes grupos de inimigos, já outro é especialista em suportar danos… e por aí vai.

As missões que o jogo oferece são variadas. Existem as missões especificas, que são dadas no quartel general da S.H.I.E.L.D., mas também existem missões paralelas e missões “surpresa”. Por missões paralelas quero dizer aquelas que são dadas enquanto se realiza uma principal (como se fosse uma pequena “side quest), já por missões “surpresa” são missões que aparecem do nada na sua tela. Por exemplo, enquanto se procura pelo esconderijo da MAGGIA, ou pelo laboratório da I.M.A. pode acontecer de surgir um Venom fazendo miséria, e aí sua missão é dar conta dele. Nessas horas que a cooperação de outros jogadores se mostra importantissima. Um chefe como ele não pode ser vencido sozinho, é necessário o apoio de vários heróis.

Mesmo depois de realizar missões, explorar os mapas e descobrir alguns personagens escondidos no jogo ainda é possível melhorar o personagem para fazer o PVP (player vs player). Existe uma certa discussão sobre o balanceamento dos heróis, já que alguns poderes com certeza farão diferença numa briga… mas convenhamos… quando a Garota Esquilo enfrentaria o Thor ou o Hulk de igual para igual?

A equipe da Comic City teve acesso a versão beta do jogo e uma excelente impressão foi deixada. É claro que existem muitos elementos a serem melhorados, mas veja bem, o que hoje é World of Warcraft em nada se parece com o que foi lançado há anos. O Marvel Heroes é um jogo gratuito, divertido e extenso. As animações entre capitulos são no estilo “motion comic”, o que cai como uma luva para ambientar ainda mais o jogo. A jogabilidade, no geral, é facílima ao mesmo tempo que não deixa os fãs mais hardcore impossibilitados de explorar opções mais especificas no jogo. Já está havendo uma movimentação dos jogadores na construção de uma página wiki para o rpg: http://marvelheroes.gamepedia.com
Não tenha dúvida de experimentar esse jogo. Vale muito a pena!